Moto G o Smartphone LowCost perfeito | Blog do Zipi



Será o Moto G da Motorola o smartphone "perfeito" para quem quer um smartphone sem frustrações a baixo custo?



O Moto G chega-nos numa caixa extremamente compacta que até nos faz reconsiderar o desperdício de muitos marcas nas embalagens dos seus produtos.

O Moto G tem uma tela LCD de 4.5" (1280x720), CPU Snapdragon 400 quad-core a 1.2Ghz, 1GB de RAM, 8/16GB de flash, câmera de 5MP (com HDR e "slow-motion"), espessura de 11.6mm (bastante disfarçados pelos seu formato arredondando) e peso de 143g.

Não há grandes coisas a salientar no seu formato ou posicionamento dos botões. A única excepção será talvez o fato do botões de power e volume estarem colocados do mesmo lado. O material da tampa traseira é agradável ao toque, com a saída para headphones no centro do topo do Moto G, e a entrada micro USB na parte inferior também ao centro. Igualmente centrada está a câmera traseira e o respetivo flash.

A tampa traseira é amovível, mas limita-se a dar acesso as slot para os cartões SIM. Estranhamente, a bateria não é amovível (uma opção algo intrigante, já que com a tampa amovível não seria complicado fazê-lo).

A câmera de 5MP do Moto G demonstra que não é preciso recorrer aos megapixeis do marketing para obter bons resultados. É certo que não se poderá comparar às melhores câmaras do momento, mas é melhor do que ter uma suposta câmara de 8 ou 13MP que depois na prática não oferece detalhe real adicional.

A nível do vídeo, a Motorola optou por limitar a captura a HD 720p, mas novamente é uma opção que me parece bem melhor do que prometer Full HD sem "qualidade real". Assim ganhamos também algumas vantagens adicionais, como vídeo HDR e modo slow-motion.

Tal como referi no início, o grande problema dos equipamentos Android económicos dos últimos anos era o fato de nos obrigarem a aceitar certos compromissos: uns ofereciam desempenho aceitável mas à custa de uma resolução de tela reduzida; outros optavam por resolução mais aceitáveis mas o desempenho tornava-se desesperante; etc. etc. Com este Moto G temos um conjunto equilibrado que nos oferece um desempenho bastante agradável e uma tela HD que será mais que suficiente para o que se pretende. Embora por vezes ainda se note que o Snapdragon 400 tem que se esforçar para isso, isso é algo que apenas se tornará perceptível para quem estiver "mal habituado" com algo como um Snapdragon 800 ao lado.

Para todos os efeitos, o Moto G proporciona uma utilização despreocupada do sistema Android, e não lhe faltam sequer alguns extras da Motorola, como o Motorola Assist que permite automatizar algumas coisas úteis (como silenciar o Moto G quando têm reuniões e enviar automaticamente uma mensagem a indicar isso).

O Moto G poderia ser apenas "mais um" na longa lista de equipamentos Android atualmente disponíveis, no entanto tem algumas coisa que o diferenciam de todos os outros. Para começar, é um Motorola - cujos smartphones agora pertencem ao Google, e que mesmo que o queiram negar, tem sempre vantagens a nível das atualizações (o Android 4.4 já está disponível para este modelo) - depois, temos um hardware bastante equilibrado capaz de mostrar o que o Android deverá ser; e por último, e não menos importante... um preço imbatível que apenas podemos encontrar em marcas menos conhecidas (e por vezes de qualidade duvidosa).


Prós

Preço
Desempenho
Tela de boa qualidade


Contras

Bateria não substituível mesmo com a tampa traseira amovível


José Carlos
Equipe Blog do Zipi

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Como cancelar caixa postal da Claro, Oi, TIM e Vivo | Blog do Zipi